• Estrada Fora

Brinquedos e corridas de outros tempos

Por aqui há quem vá Estrada Fora, ou Fora de Estrada, em busca daquele brinquedo velho... Ou antigo, esquecido no fundo daquele terceiro caixote da esquerda para a direita, na segunda fila a contar de baixo.



Aquele brinquedo que para ti não valia nada, que era uma lata toda riscada, ou um pedaço de madeira de arestas suaves de tão batido e esfregado, mas que aqui para estes era tudo! Era o El Dorado dos brinquedos, aquele que, por mais volumoso ou disforme que fosse, não falhava umas férias e, Deus nos livre, era o Carmo e a Trindade desmoronados pelo chão caso alguém se esquecesse dele em algum sítio (nunca nós, que nós nunca nos esquecíamos dele... fora as vezes que não nos lembrávamos. Mas isso era sempre culpa dos outros).


Por aqui há quem vá Estrada Fora, ou Fora de Estrada, em busca daquele brinquedo novo, de outros tempos, que fez sempre parte dos nossos sonhos, mas que, vá-se lá saber o motivo da impossibilidade, nunca teve a oportunidade de nos fazer companhia, de viver nas nossas caixas de brinquedos.


Aquele brinquedo que, mesmo agora, já grisalhos quais um Porto do século passado, nos faz correr o mundo (virtual, ou físico) em busca de uma oportunidade de, antes tarde que nunca, encontrá-lo escondido, ainda na caixa original, ou não, numa loja de bairro, numa banca de um “Mercado da Bagageira”, ou num qualquer site ou leilão.


É encontrar novos os que nunca tivemos, ou redescobrir os velhos escondidos, e dar-lhes a vida que merecem, nas mãos da prole, a brincar.


Pois! É tudo isto e muito mais. Mas por vezes estas buscas não terminam com a tão desejada posse, mas antes com a simples oportunidade de contemplar o objecto de tamanho desejo de infância. E agora temos todos essa oportunidade com a exposição temporária “As corridas de ontem” no Museu do Caramulo, de 22 de Fevereiro a 25 de Outubro.


São mais de 240 peças, de famosos carros e motos de corrida em lata e ferro, a pistas de slot, que contam quase um século de produção de brinquedos. Mas há muito mais, abrangendo todas as formas de competição e marcas de brinquedos de todo o mundo.

Se isto não te basta para ires Aí Prá’s Cruvas até ao Caramulo, tens ainda a exposição permanente de brinquedos do Museu e, é claro, o magnífico espólio automóvel e motociclístico que conta com verdadeiras máquinas de sonho, algumas delas únicas.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo