• Fora de Estrada

Quintas … Sem Gazoline

Ficar sem “gazoline”, em certos momentos é apenas uma chatice. Uhhhh, palavra forte.


Sim, uma chatice.

(foto - Luís Correia)


Obviamente que não dá jeito nenhum ficar sem “gazoline”. Seja qual for o momento.


Mas acontece.


E há momentos (aqueles momentos), em que parece que é a última coisa que realmente precisamos. Seja apenas pela chatice de ficar “pendurado” ou pela trabalheira que nos dá tentarmos resolver a "cena" sozinhos, ou pela dupla trabalheira que dá a mais alguém a quem se liga para nos safar. Seja como for… uma chatice.


Mas… porque todas as histórias têm um, “mas”, acontece! Quem nunca!?


Mais depressa ou mais devagar, lá se resolve! Mas há um momento em especial, em que ficar sem “gazoline” é muito mais do que uma “chatice” (começa a ficar repetitivo). Esse momento é às quintas. Não! Não me refiro ao fim da caixa (para quem não tem sexta), falo antes das quintas-feiras.


(Foto: Diogo Gonçalves)


Há todo um ritual das quintas… como diria um ministro, a quinta é o dia imediatamente antes de sexta e depois de quarta, mas a verdade é que as quintas são de rituais. Final da noite, o incontornável sossego e silêncio de uma casa cheia de vida e alegria, mas onde os descendentes já dormem, a ronha que só o sofá dá, “aquele” copo na mão…. E um “live”!


(Foto: Alejandro Silva)


Depois de tantas e tantas semanas muito #aiprascurvas com os olhos postos no ecrã, embalado pelo improviso do Carlos, a Gazoline, entrava a gosto pelo carburador do tímpano, com as rotações certas e passagens de caixa no momento exato. Era um motor afinado e sempre com um pouco mais de punho para enrolar. Conversas boas, tranquilas, animadas, em que num ritmo ímpar e muito próprio, entre gargalhadas e caricas a saltar, o “gazoline” levava vidas até nós… tantas vidas, outras tantas experiências e histórias…


(Foto: Alejandro Silva)


Agora, por uns tempos… as quintas ficaram sem “gazoline”… uma chatice, digo eu!


Vou pegar no telefone e ligar ao Carlos, para ver se ele me vem safar com a garrafa de litro e meio, só para chegar à bomba.


Até já… “gazoline”.

108 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo